Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
VAZAMENTO NO MINAS-RIO
Tubulação da Anglo se rompe e despeja minério em manancial e ribeirão na Zona da Mata; veja vídeos

O incidente provocou a suspensão do fornecimento de água aos moradores de Santo Antônio do Grama

Wesley Rodrigues Publicado em 12/03/2018 - 13h31
Foto: Reprodução de vídeo/DeFato

No começo da manhã desta segunda-feira, 12 de março, uma tubulação do Sistema Minas-Rio, da Anglo American, se rompeu no município de Santo Antônio do Grama, na região da Zona da Mata, e despejou minério no ribeirão Santo Antônio e o manancial que abastece à população local. Às pressas, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) interrompeu o fornecimento de água às casas do município.

A ocorrência foi confirmada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad). A pasta informou que o caso foi notificado também ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama).

Santo Antônio do Grama está na microrregião de Ponte Nova. Faz divisa com as cidades de Rio Casca, Urucânia, Jequeri e Abre Campo. Um leitor, que optou por não se identificar, gravou um vídeo do incidente e enviou ao portal. Assista:

Em nota, a Anglo American detalhou que o vazamento em Santo Antônio do Grama ocorreu às 7h42 desta segunda-feira. “Houve vazamento de polpa em um dos córregos da região. A polpa consiste em 70% de minério de ferro e 30% de água, sendo classificada pela NBR 10.004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como resíduo não perigoso. Não houve vítimas”, alega a empresa.

A mineradora afirma que o fluxo do mineroduto foi interrompido e, neste momento, apenas água está sendo escoada. Como medida de segurança complementar, foi bloqueado o acesso ao local. “A empresa reforça o seu compromisso com o bem-estar e pronto-atendimento às comunidades próximas às suas operações e está dedicando todos os seus esforços para evitar que o fato cause impacto às populações vizinhas”, ressaltou.

Equipes técnicas da Anglo American foram enviadas à unidade para apoio às equipes locais. “A Prefeitura de Santo Antônio do Grama, a Defesa Civil e a Copasa foram imediatamente comunicadas, assim como o Ibama e demais autoridades competentes. A Anglo American também já está coordenando ações em conjunto com a Suatrans, consultoria especializada no atendimento a urgências ambientais, e com o Senai,  para amostragens de água e avaliação continuada”.

O Grupo Anglo também se posicionou sobre o abastecimento de água à cidade. “Como medida preventiva para proteção da população, a Anglo American solicitou à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) a interrupção do abastecimento de água aos moradores de Santo Antônio do Grama. A empresa está providenciando caminhões pipa para garantir o fornecimento de água para a população afetada e continuará prestando todos os atendimentos que se fizerem necessários”.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.