Segunda-feira, 15 de Julho de 2019
Religiosidade
São Domingos do Prata lembra tragédias com barragens em ato na Semana Santa. VEJA FOTOS!

A tradicional encenação da paixão de Cristo contou com dezenas de pessoas sujas de lama, uma homenagem aos mortos nas tragédias de Mariana e Brumadinho

Publicado em 20/04/2019 - 14h04
Fotos: Márcio Oliveira e Wilker Rezende

A celebração da Sexta-feira da Paixão em São Domingos do Prata relembrou as tragédias envolvendo barragens em Mariana, ocorrida em 5 de novembro de 2015, e em Brumadinho, em 25 de janeiro deste ano. A tradicional encenação da paixão de Cristo contou com dezenas de pessoas sujas de lama, uma homenagem aos mortos das duas tragédias.

O ato foi realizado no bairro Cruzeiro, ponto mais alto da cidade. Fiéis saíram em via-sacra da Matriz São Domingos de Gusmão em direção ao bairro Cruzeiro. O teatro foi dirigido pelo maquiador e empresário Márcio Oliveira.

“O intuito da apresentação foi chamar atenção para as ações do homem. E relembrar as grandes tragédias ocorridas ultimamente, como as de Mariana e Brumadinho”, comentou Márcio Oliveira.

Alguns dos atores vestiram camisas vermelhas, remetendo a lembrança aos Bombeiros que salvaram vidas nestas tragédias. A frase “Os nossos olhos nos olhos de quem não vem!” e as #brumadinho #mariana estampavam as camisas. A frase é da música Serra da Boa Esperança, de Sílvio Caldas, que foi utilizada no ato.

O grupo teve pouco tempo para preparar a apresentação. Foram quatro dias ensaiando de 20h às 22h. Mas foi nesse tempo também que o grupo teve para montar o cenário. Márcio Oliveira dirigia a Trupe Dom há alguns anos, mas devido a falta de incentivo financeiro por parte do poder público, o grupo acabou.

Atualmente, esporadicamente, ele e alguns amigos e convidados se unem para algumas apresentações. “É um grupo de teatro amador que ama artes cênicas. E também não temos um número fixo [de participantes]. Tenho uns amigos que sempre que preciso chamo, eles aceitam o convite a gente ensaia poucos dias e apresentamos. Hoje em dia, especialmente na Semana Santa, nos reunimos pra fazer uma apresentação nesta caminhada. Fica sempre muito muito cheia de fiéis e é bem emocionante”, contou Márcio Oliveira.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.