Sábado, 20 de Outubro de 2018
ELEIÇÕES 2018
Região tem candidatos a deputado estadual e federal; veja nomes

Nomes foram aprovados em convenções partidárias, mas pode haver alterações até o dia 15 de agosto, quando legendas devem enviar listas completas à Justiça Eleitoral

Publicado em 08/08/2018 - 17h33

Com o fim das convenções partidárias, no último fim de semana, já é possível apontar os nomes que disputarão a preferência dos eleitores nas eleições de outubro. A campanha começa efetivamente no dia 16 de agosto, mas, na região do Médio Piracicaba, candidatos a deputado estadual e federal já se movimentam na corrida atrás dos votos que poderão garantir uma das cadeiras na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) ou na Câmara em Brasília.

Os partidos políticos têm de enviar a lista oficial de candidatos até o dia 15. Dessa forma, até mesmo aqueles que constam nas atas divulgadas pelas legendas após as convenções podem ser mudados.

Confira, abaixo, postulantes da região que tiveram nomes aprovados em convenções:

Deputado estadual

Bernardo Mucida (PSB)

Advogado e cientista político, ocupou a Câmara de Vereadores de Itabira por um mandato, quando praticou ferrenha oposição ao governo de Damon de Sena (PV). Foi candidato a prefeito em 2016 e terminou na segunda colocação, com mais de 27.375 votos.

 

 Camila Sgarbi (Pros)

Itabirana, tem projetos sociais dedicado à luta contra as drogas. Profere palestras e organiza eventos, onde dá seu testemunho. Mantém projetos como o Programa SuperAção e já esteve à frente da Coalização Antidrogas Itabira. É a primeira vez que tenta uma eleição para cargo político.

 

Nozinho (PDT)

Prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo por dois mandatos consecutivos, presidiu a Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi). Foi eleito deputado estadual em 2014, com mais de 55 mil votos, sendo majoritário em Itabira e outras cidades vizinhas. Agora tenta a reeleição na ALMG.

 

Tito Torres (PSDB)

Filho do ex-deputado estadual e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG), Mauri Torres, o monlevadense Tito Torres entrou para a política em 2014, quando concorreu para deputado estadual e acabou eleito com mais de 58 mil votos. Tenta a reeleição

 


Deputado federal

Elias Lima (PMN)

Pastor evangélico, tem trabalhos voltados para a área social. Foi chefe de Gabinete no governo Damon, em Itabira, onde ocupou também os cargos de ouvidor geral e diretor na Itaurb. Candidatou-se a vereador nas últimas eleições municipais e terminou com 1.141 votos, só ficando de fora devido ao coeficiente eleitoral.

 

Fernando Rolla (Avante)

Ex-prefeito de São Domingos do Prata por dois mandatos, foi também presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba (Amepi) e do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cismepi). Em sua gestão foi criado o Consórcio Intermunicipal Multissetorial do Médio Piracicaba (Consmepi).

 

José Santana (PR)

Advogado e empresário, é natural de Alvinópolis e tem uma rádio em João Monlevade. Foi deputado estadual entre 1975 e 1987 e depois federal de 1987 a 2011. Depois de ficar de fora por duas eleições, quando apoiou os filhos Bernardo e Gustavo Vasconcelos, agora retorna para tentar voltar à Câmara em Brasília.

 

Reinaldo Lacerda (PHS)

Empresário no ramo da construção civil, é vereador em Itabira, eleito em 2016 com 1.235 votos. Ocupa o cargo de secretário na Mesa Diretora da Câmara. Anteriormente, foi secretário municipal de Obras no início do governo de Damon Lázaro de Sena. Deixou o cargo ainda no primeiro mandato do ex-prefeito.

 

Rodrigo Diguerê (PRTB)

Outro vereador de Itabira que disputa uma vaga na Câmara Federal. Está em seu segundo mandato no Legislativo. Foi presidente da Casa por duas vezes e também exerceu a liderança no governo Damon. Recentemente, deixou o PV e optou por se filiar a uma legenda pequena, acreditando em maior possibilidade de eleição.

 

Toninho da Pedreira (PPS)

Antônio Gonçalves Fernandes da Silva, o Toninho da Pedreira, começou a atuação política como líder comunitária no bairro Pedreira e elegeu-se vereadora em 2012. Tentou a reeleição em 2016, mas acabou derrotada. Logo após, assumiu cargo na Secretaria Municipal de Ação Social no governo de Ronaldo Magalhães (PTB).

 

Warley Mól (Novo)

Natural de Bela Vista de Minas, tem formação em Ciência da Computação, Gestão Pública e Administração. Atuou em instituições financeiras, é professor universitário e atualmente é servidor no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). É a primeira vez que tenta um cargo eletivo político.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.