Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Preso o acusado de homicídio no bairro Pedreira

Na manhã de ontem, 1º, o ex-detento Reinaldo Dias dos Santos, 29, conhecido como “Neném Passarinho”, apresentou-se na Polícia Civil de Itabira dias depois de matar com sete tiros Nilzo Silva Santos, 27, no bairro Pedreira. Acompanhado pelo advogado, Reinaldo Santos assumiu a morte de Nilzo e justificou a ação como legítima defesa, acrescentando que […]

Publicado em 30/11/-0001 - 00h00

Na manhã de ontem, 1º, o ex-detento Reinaldo Dias dos Santos, 29, conhecido como “Neném Passarinho”, apresentou-se na Polícia Civil de Itabira dias depois de matar com sete tiros Nilzo Silva Santos, 27, no bairro Pedreira.

Acompanhado pelo advogado, Reinaldo Santos assumiu a morte de Nilzo e justificou a ação como legítima defesa, acrescentando que estava ameaçado de morte. Segundo ele, o revólver calibre 32 usado no crime não foi recarregado, apesar de os policiais terem encontrado oito cápsulas deflagradas no local do assassinato.

Reinaldo disse também que usou uma bicicleta para fugir – e não uma moto, como contaram as testemunhas –, ficou escondido no mato até se entregar e perdeu a arma durante a fuga. Outro relato feito por Reinaldo é que houve uma luta corporal entre ele e Nilzo. O fato foi desmentido pelas testemunhas, que afirmaram que o suspeito se aproximou e atirou sem dar chances de defesa à vítima.

O delegado responsável pelo caso, Thiago de Oliveira Souza, disse que o depoimento não o convenceu e que a linha de investigação continua sendo vingança, descartando-se a alegação de legítima defesa. Para o delegado, o crime foi duplamente qualificado com impossibilidade de defesa para a vítima e por motivo torpe.

Mesmo tendo se apresentado após o prazo do flagrante, Reinaldo Santos foi preso, porque havia contra ele um mandado de prisão preventiva. Ele foi levado ao presídio de Itabira, onde está à disposição da Justiça. Reinaldo responde por um homicídio ocorrido em 2002 e uma tentativa de assassinato no ano passado.

Leia também
 

Homem executado com sete tiros no Pedreira

Irmão de rapaz assassinado desaparece depois de seu sepultamento

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.