Terça-feira, 18 de Junho de 2019
MOVIMENTO
População e empresários pedem liberação de terceira fase do Minas-Rio em Conceição do Mato Dentro

Votação da licença de operação (LO) acontece na próxima sexta-feira, 21 de dezembro, em Belo Horizonte

Publicado em 19/12/2018 - 17h08
Movimento aconteceu no Centro de Conceição do Mato Dentro - Foto: Ariel Branco

Centenas de pessoas saíram às ruas na manhã desta quarta-feira, 19 de dezembro, em Conceição do Mato Dentro, para pedir a liberação da terceira fase do projeto Minas-Rio da Anglo American. A votação da licença de operação acontece na sexta-feira (21), na Câmara de Atividades Minerárias (CMI), em Belo Horizonte.

A manifestação foi convocada pela Associação Comercial e Empresarial (ACE) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Conceição do Mato Dentro. Empresários, políticos locais, funcionários da Anglo American e de terceirizadas e população em geral integraram o movimento. A intenção é sensibilizar os conselheiros responsáveis pela votação da LO e persuadi-los a aprovar a licença de operação.

Houve passeata pelo Centro da cidade. Com cartazes e carro de som, os manifestantes destacaram questões como geração de emprego e renda para a cidade. Até mesmo a diretoria do Sindicato Metabase de Itabira e Região fez coro com a população.

“Sabemos da importância que o projeto Minas-Rio propõe para os trabalhadores da Anglo American, os benefícios para Conceição do Mato Dentro e Região e principalmente pela possibilidade do aumento de empregos, já que poderão chegar a cerca de 800 durante as obras e com a conclusão e plena atividade serão mantidos em torno de 100, por isso estamos aqui”, disse o presidente do Metabase, André Viana.

A LO do Step3 do Minas-Rio estará na pauta de votações da CMI pela segunda vez. Na primeira, no último dia 11, foi retirada para vista por uma conselheira. A mineradora sustenta que a expansão é vital para continuidade das operações em Conceição do Mato Dentro. Os investimentos nessa nova etapa chegarão a R$ 1 bilhão, segundo a empresa. Ampliada, a mina do Sapo atingirá 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano por, pelo menos, mais uma década e meia. 

As obras para o Step3 já acontecem em Conceição do Mato Dentro desde o início do ano e não pararam nem mesmo nesse período em que a empresa está com a produção suspensa por causa de rompimentos no mineroduto. Toda a atividade de construção deverá durar 50 meses.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.