Terça-feira, 18 de Junho de 2019
Criminalidade
Polícia descobre imóvel usado para a venda de droga em João Monlevade

Três pessoas foram presas em flagrante, sendo um casal apontado como responsável pelo tráfico e um cliente

Publicado em 07/06/2019 - 08h58

Durante monitoramento realizado pela equipe de recobrimento tático móvel da Polícia Militar em João Monlevade (MG), por volta das 0h30 desta sexta-feira (7), foi constatado que uma residência no bairro Loanda estava sendo usada como ponto de venda de drogas. Os policiais observaram uma intensa movimentação de pessoas no local, onde todos eram recebido por uma mulher, identificada como T.A., de 28 anos.

Ela atendia de dentro da casa, enquanto a maioria dos clientes ficava do lado de fora aguardando a droga. Também no interior do imóvel estava o rapaz C.J.R.A., de 20 anos. Segundo os policiais, era ele quem buscava a encomenda que ficava escondida nos fundos da casa. A droga era entregue à mulher, que fazia a venda.

Diante da confirmação do crime de tráfico ilícito de drogas, os policiais militares entraram na casa, onde se depararam com R.J.C., de 34 anos. O homem estava  comprando uma pedra de crack, que foi encontrada com ele após uma busca pessoal feita pelos PMs. 

Os policiais relatam que, neste momento, ouviram o barulho de uma descarga e constataram que o casal havia dispensado a droga. No entanto, C.J.R.A., de 20 anos, acabou confessando aos policiais que tinha droga no local, comprada em Betim, na Grande Belo Horizonte. Mas o rapaz alegou que já havia vendido tudo. Com o casal a polícia aprendeu R$ 531,70, que era proveniente da venda da droga. 

Também foram aprendidos dois aparelhos celulares, uma garrucha, além da pedra de crack que estava com o primeiro homem abordado. As três pessoas foram presas em flagrante. 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.