Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
União matrimonial
Noivos se casam em primeira cerimônia dentro do presídio de Itabira

Foram dois casamentos realizados na unidade prisional, onde os noivos cumprem pena

Publicado em 14/06/2019 - 16h02
O casamento foi o primeiro a ser realizado na unidade prisional. Créditos: Jovem em Ação/ Disponível no Facebook do vereador Weverton Nenzinho

Dois casais decidiram dizer “sim” para o matrimônio em cerimônia realizada no presídio de Itabira. O casamento inédito na unidade prisional foi realizado na manhã desta sexta-feira (14). As noivas Karine Cristina Procópio, de 21 anos, e Mara dos Santos, de 26, foram até a unidade prisional para celebrar a união porque os noivos, Edésio Alexandre Vieira e Ivo Morais de Melo, respectivamente, estão detidos.

As jovens fizeram a inscrição para participar do casamento comunitário realizado pela Prefeitura, no dia 31 de maio. Devido à situação de cárcere dos companheiros, o casamento aconteceu apenas com o registro em cartório, por meio de representantes. A cerimônia com a presença dos noivos foi concretizada nesta manhã, no presídio.

Foto: Carol Vieira/DeFato

A celebração foi feita pelo vereador Weverton Julio (Nenzinho), que é juiz de paz e autor do projeto de lei que estabelece a realização de casamento comunitário no município. Segundo ele, a cerimônia foi marcada com o diretor da unidade prisional e realizada com sucesso. “É algo muito bacana porque ajuda na ressocialização. Realizar um casamento é gratificante porque são famílias sendo construídas e abençoadas”, diz o vereador.

Foto: Carol Vieira/DeFato

Para o diretor do presídio, Márcio Pedro Alves, a iniciativa não é comum devido às altas exigências de segurança da unidade, mas, com o apoio da juíza Cibele Mourão, foi possível concretizar a cerimônia. “É uma forma de tratar com respeito e dar um voto de confiança aos detentos para incentivar a mudança de comportamento”, pontua o gestor.

Os casais

Mara e Ivo cresceram na mesma vizinhança e estão juntos há 12 anos. O namoro começou quando ela tinha 12 anos e ele 13. “ Nós decidimos nos casar porque completamos um ao outro. É um momento que é difícil de explicar. É muita felicidade e sempre foi meu sonho e o sonho dele também”, conta a noiva.

Karine e Edésio se conheceram em uma festa e estão juntos há três anos. O casal ficou um tempo separado e resolveu reatar o romance com o casamento. “Decidimos nos casar porque somos feitos um para o outro, amigos, companheiros e damos certo em tudo. Tudo que eu sou, ele também é”, relata a outra noiva. Karine aguarda ansiosamente pela saída do marido. Segundo ela, a expectativa é de que a pena seja concluída no próximo mês.

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.