Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
CENA REGIONAL
Mais de 400 atividades artísticas e culturais estão no Festival de Inverno da UFOP

Programação envolve artes visuais, teatro, dança, música, patrimônio, atividades infanto-juvenis e discussões, palestras e mesas-redondas

Publicado em 24/06/2018 - 12h59
Edição anterior do evento. Foto: Divulgação

No ano em que Ouro Preto comemora o Ano do Patrimônio Cultural, a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) lança a programação do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana com mais de 400 atividades artísticas e culturais, nas cidades de Ouro Preto, Mariana e João Monlevade. O evento será realizado de 6 a 22 de julho com uma vasta programação composta por shows, concertos, apresentações de dança e teatro, exposições, mostras de filmes, intervenções urbanas, mesas de debate, trilhas na natureza, oficinas e muito mais.

A maior parte da programação é gratuita e aberta ao público. Na Casa da Ópera ou no Centro de Convenções da UFOP, há eventos pagos (preço máximo a R$ 10,00) ou com retirada de senha, uma hora antes das apresentações. Neste ano, a programação é inspirada no Tropicalismo, movimento de ruptura que sacudiu o ambiente da música popular e da cultura brasileira entre 1967 e 1968. O marco são os 50 anos do disco Tropicalia ou Panis et Circencis. As inscrições para as oficinas e os ingressos para os eventos pagos estão disponíveis no site https://www.sympla.com.br/ festivaldeinverno2018.

A reitora da UFOP, Cláudia Marliére, destaca a importância das parcerias para a realização do evento: “O Festival é um espaço de pensamento e de discussões de questões atuais. Somos agentes promotores da discussão da cultura. Tenho muito orgulho de promover e manter o Festival, com mais de 400 eventos, superando a edição de 2017 e ampliando a programação oferecida em João Monlevade”.

A programação é descentralizada, com atrações nos distritos ouro-pretanos, nos bairros periféricos da cidade e em alguns distritos de Mariana. Marcos Knupp, pró-reitor de Extensão da UFOP, destaca a participação de artistas de projeção nacional, como Larissa Luz, cantora e compositora de Salvador (BA) que tem em seu trabalho forte referência de Nina Simone, Victória Santa Cruz e Bell Hooks;  Francisco, el Hombre, banda brasileira de rock formada pelos irmãos mexicanos naturalizados brasileiros Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte; a banda belo-horizontina Cartoon, um dos principais nomes do rock progressivo brasileiro, e a Orquestra Ouro Preto, que apresenta o concerto The Beatles na Praça da UFOP, no Dia Mundial do Rock (13/07).

Felipe Vecchia Guerra, secretário municipal de Turismo, Indústria e Comércio de Ouro Preto, aponta: “O Festival é um produto também turístico de Ouro Preto, fator de desenvolvimento econômico da cidade”. A Prefeitura de Ouro Preto registrou um movimento econômico de R$36 milhões durante o mês de julho de 2017. Entusiasmado com a programação de 2018, o prefeito Júlio Pimenta ressalta que nem as dificuldades financeiras que se apresentam para a UFOP e demais instituições parceiras impedem a realização do Festival.

Homenagem aos 50 anos da Faop

Em 2018, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana homenageia os 50 anos da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), que é parceira do evento com a Curadoria de Artes Plásticas. “A Faop é uma instituição irmã da UFOP, por atuarmos também na área da educação. Estamos muito felizes pela homenagem que a UFOP faz por meio do Festival aos 50 anos da Faop”, salientou a presidente da entidade, Júlia Mitraud.

Na edição de 2018, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana  também lembra os 320 anos da chegada da bandeira de Antônio Dias, os 280 anos do nascimento do Mestre Aleijadinho e os 80 anos da elevação da cidade a Patrimônio Cultural Nacional.

 O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018 é uma realização da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em parceria com a Fundação Educativa Ouro Preto (Feop) e as Prefeituras de Ouro Preto e João Monlevade. Mais informações estarão disponíveis nos sites www.ufop.br e www. festivaldeinverno.ufop.br.

Destaques da programação em Ouro Preto

Dentro da programação do Festival de Inverno, é comemorado o aniversário da cidade de Ouro Preto, com apresentações gratuitas, na Praça Tiradentes, das bandas Revelação (06/07, às 22h); Babado Novo (07/07, às 22h); Pop Leco (infantil, dia 08/07, às 15h) e Rubinho do Vale (08/07, às 18h). A Orquestra Ouro Preto, que nasceu como Orquestra Experimental da UFOP em um projeto de Extensão, traz seu Sexteto (11/07, 20h, no coreto da Praça da Estação) e o concerto The Beatles (13/07, 21h, na Praça da UFOP). Ainda na área da música, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana traz Candonguêro (15/07, 21h, na Praça da UFOP), Nem Secos (20/07, 21h, na Praça da UFOP), Francisco, El Hombre (20/07, 22h30, na Praça da UFOP), Cartoon (22/07, 22h30, na Praça da UFOP). A seresta, tão tradicional nas noites boêmias de Ouro Preto, está representada com o grupo Saudade de Ouro Preto (11/07, 22h30, saindo da Casa da Ópera; e 18/07, 21h30, saindo da Praça Tiradentes), que percorre as ruas da cidade animando moradores e turistas.

O Festival traz também concerto com a Orquestra Contemporânea do SESI (09/07, 20h, na Igreja do Rosário); o concerto com o Trio Capel (19/07, 19h, no GLTA); shows com Mateus VK (14/07, 21h, na Praça da UFOP); Larissa Luz (14/07, 22h30, na Praça da UFOP); Dolores 602 (22/07, 21h, na Praça da UFOP); Fractal Orchestra (22/07, 22h30, na Praça da UFOP); e o Festival da Música Ouro-pretana (09 e 10/07, 20h, na Casa da Ópera). O Bar do Festival traz shows como Union Latina (06/07, 23h); Tânia Azze (14/07, 23h); Cromossomo Africano (21/07, 23h); Hocus Pocus (22/07, 23h) e mais atrações (ingressos antecipados a R$20,00 / após às 20h, R$30,00 / no site do Festival – sujeito a taxas de serviço).

O premiado filme Arábia, que teve cenas filmadas em Ouro Preto e tem o ouro-pretano João Dumans como um de seus diretores, será exibido em sessão comentada no dia 15/07, às 16h, no Anexo do Museu da Inconfidência. Na área da dança, a Companhia ID – Investiga Dança, tradicional escola ouro-pretana, apresenta SERtão, no dia 12/07, às 20h30, na Casa da Ópera (ingressos a R$10,00). A Cia SESC de Dança traz o espetáculo Dança de Si (20/07, 19h, no Centro de Convenções da UFOP).

Nas artes cênicas, a Oficcina Multimédia apresenta o espetáculo Boca de Ouro, no dia 22/07, as 19h, no Centro de Convenções da UFOP (ingressos a R$10,00). Beatriz Myrrha traz Histórias de Felicidades no 14/07, 19h, no Centro de Convenções da UFOP (ingressos a R$10,00). A Cia ContaCausos traz o espetáculo Visagem, no dia 21/07, às 19, na Casa de Gonzaga (ingressos a R$10,00).  

Muito queridos pelos ouro-pretanos e por visitantes, os corredores culturais estão de volta, com intervenções artísticas, trupes teatrais, música e muito mais. No bairro Antônio Dias, o Corredor Cultural será nos dias 14/07 e 21/07, a partir das 13h. Na rua São José, nos dias 15/07 e 22/07, também a partir das 13h.

Destaques da programação em Mariana

Em Mariana, no dia 06/07, às 19h, Celso Moreira Trio apresenta o show De Gil a Caetano, no Teatro SESI (ingressos a R$ 2,00). No dia 11/07, às 10h, a Cia. Circunstância apresenta o espetáculo De Mala às Artes, no ICSA. O grupo Los Circo Los traz o espetáculo Versão Brasileira, dia 13/07, às 10h, no ICSA; Ricardo Upiano e Banda apresentam o show Por que calar?, no dia 18/07, às 19h, no Teatro SESI(ingressos a R$2,00); o grupo TUI – Teatro Universidade Informação traz o espetáculo A cantora careca, dia 20/07, às 19h, no Teatro SESI.  

Festival em João Monlevade

João Monlevade abriga um dos polos da UFOP, o Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas (Icea). Logo, a cidade também receberá atividades e eventos do Festival de Inverno – Fórum das Artes 2018. As ações serão realizadas de 9 a 14 de julho.

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.