Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
ACIDENTE
Jornalista Ricardo Boechat morre em queda de helicóptero em São Paulo

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele e o piloto morreram carbonizados

Publicado em 11/02/2019 - 14h03
Créditos: Reprodução Band

O jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, morreu após a queda de um helicóptero em São Paulo, nesta segunda-feria, 11 de fevereiro.  Ele era uma das duas pessoas que perderam a vida depois que a aeronave caiu sobre um caminhão em trecho do Rodoanel que dá acesso à rodovia Anhanguera, na zona oeste da capital paulista.

O acidente ocorreu na altura do quilômetro 7 do Rodoanel, sentido Castelo Branco, próximo a um pedágio. O Corpo de Bombeiros atendeu a ocorrência com um helicóptero e 11 viaturas. De acordo com a corporação, Boechat e o piloto morreram carbonizados. Já o motorista do caminhão escapou com ferimentos. 

Carreira

Ricardo Eugênio Boechat nasceu em 13 de julho de 1952, em Buenos Aires, capital da Argentina, quando o pai, diplomata, prestava serviço ao Ministério das Relações Exteriores brasileiro. Era um dos mais respeitados jornalistas do Brasil. Aos 66 anos, era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews, além de colunista da revista IstoÉ. Também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo, na década de 1990. Ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro. 

Boechat é o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se – e o único a ganhar em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Em pesquisa feita pelo site Jornalistas & Cia, em 2014, que listou cem profissionais do setor, foi eleito o jornalista mais admirado. Também era autor do livro  “Copacabana Palace – Um hotel e sua história” (DBA), de 1998. 

Nesta segunda-feira, Boechat voltava de uma palestra em Campinas, interior paulista, e retornava a São Paulo. Ele deveria pousar no heliponto da Band, no Morumbi, Zona Sul da capital, mas o acidente encerrou sua tragetória.

 

 

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.