Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
voo
Itabira: Praticante de parapente é socorrido de helicóptero após cair em montanha

O resgate também contou com a ajuda de vários populares e amigos da vítima

Publicado em 06/01/2019 - 23h10
Fotos: Thales Benício

O praticante de parapente Cleiton Pereira, 37 anos, teve que ser resgatado de helicóptero após cair na região da rampa de voo livre, zona rural de Itabira, na tarde deste domingo, 6 de janeiro. Cleiton caiu no meio das rochas de uma montanha. O Corpo de Bombeiros do pelotão de Itabira e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados para o socorro, por volta das 15h25.

Segundo testemunhas, a vítima estava voando, no momento em que perdeu o controle do parapente, que foi em direção às rochas, e em seguida desapareceu. Os amigos que estavam com Cleiton procuraram e o encontraram caído em uma fenda, num local de difícil acesso, com uma passagem entre duas rochas.

Assim que recebeu o chamado para socorrer a vítima, a Central de Regulação do Samu enviou ao local uma Unidade de Suporte Avançado (USA) com um médico. Os militares do Corpo de Bombeiros foram para o local da ocorrência em uma viatura de Auto Salvamento (ASL).

Os bombeiros verificaram que se tratava de uma região montanhosa e com muitas pedras. Devido a ser um local de difícil acesso, eles solicitaram uma aeronave do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros, em Belo Horizonte.

A operação de resgate durou cerca de três horas. Os socorristas levaram cerca de 30 minutos para percorrerem quase um quilômetro subindo a montanha pela vegetação até chegar à vítima. O resgate também contou com a ajuda de vários populares e amigos de Cleiton. Ele estava consciente, queixando de dor na região do abdômen e não apresentava nenhuma suspeita de fratura. Ele foi imobilizado em uma prancha e levado de aeronave para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.