Segunda-feira, 17 de Junho de 2019
saúde
Hospital Municipal Carlos Chagas ganha quatro novos leitos de UTI

Leitos foram realocados do HNSD para a otimização dos serviços da Rede de Urgência em Itabira

Publicado em 12/06/2019 - 16h17
Prefeito visitou o Hospital Municipal Carlos Chagas e oficializou a implantação dos novos leitos. - Foto: Acom PMI

O Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC), em Itabira, implantou na última semana quatro novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A unidade de saúde passa agora a atuar com dez leitos de UTI, quantidade considerada o ideal por equipe. Em toda sua história, esta é a primeira vez que a unidade de saúde oferece mais que seis leitos de UTI para usuários do SUS.

Os leitos foram realocados do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) para otimizar o atendimento aos pacientes do SUS. O prefeito de Itabira, Ronaldo Lage Magalhães, visitou as instalações do HMCC. Na oportunidade, ele oficializou a implantação dos leitos.

“A nossa unidade de UTI é ótima, uma das melhores do Estado, mesmo se comparada à de hospitais particulares. Dispúnhamos de um número de médicos suficiente para trabalhar com dez leitos e, no entanto, funcionávamos com seis” esclareceu a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares Assis Figueiredo.

Além dos quatro novos leitos, o HMCC começou a oferecer o serviço de diálise  para casos agudos da UTI. Segundo Rosana Linhares, antes da oferta deste serviço, alguns pacientes não poderiam ser transferidos para o HMCC devido à necessidade do procedimento.

O Município, por meio do HMCC, adquiriu os aparelhos necessários para a prestação do serviço, bem como para fazer a osmose reversa (que trata a água para realização da diálise).

A diretora técnica do HMCC, Ana Rosa dos Santos, também comentou sobre a ampliação dos leitos. “Isso equipara o nosso serviço de UTI hoje ao serviço das grandes UTIs do país. O município não mediu esforços para manter uma UTI de ponta, com dez leitos totalmente voltados para os usuários do SUS. Agora o HMCC está melhor qualificado para a retaguarda ao serviço de urgência e continuidade ao tratamento do paciente originado do Pronto Socorro Municipal de Itabira”, destacou Ana Rosa.

Durante a visita, Ronaldo Magalhães reafirmou seu compromisso com investimentos na área da saúde. Contudo, lembrou da dificuldade de promover mais avanços na área devido à falta de apoio dos governos estadual e federal. Atualmente o governo municipal utiliza um terço de sua receita em saúde pública.

Foto: Acom PMI

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.