Terça-feira, 23 de Julho de 2019
SAÚDE
HNSD entrega no segundo semestre novo Pronto Atendimento para usuários de planos de saúde

Prédio é construído em área próxima ao Pronto-Socorro Municipal e vai abrigar também o novo Centro de Diagnósticos por Imagem do Hospital Nossa Senhora das Dores

Publicado em 11/04/2019 - 16h13
Obras do Pronto-Atendimento devem ser entregues em setembro - Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

O Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), em Itabira, planeja para o mês de setembro a entrega do prédio que abrigará o novo Pronto Atendimento e o Centro de Diagnóstico por Imagem. As obras estão adiantas e, quando prontas, aliviarão o gargalo que hoje é o atendimento a usuários de planos de saúde na instituição.

O Pronto Atendimento destinado à saúde suplementar funciona em local improvisado no HNSD desde abril de 2016, quando a estrutura de atendimento em Itabira foi redesenhada pela Secretaria Municipal de Saúde. O Hospital Carlos Chagas (HCC), que até aquela época se dividia entre atendimentos a usuários de planos, particulares e SUS, passou a ser totalmente público. O Nossa Senhora das Dores, então, teve de absorver a saúde suplementar.

O atendimento aos clientes de planos foi alocado em um espaço pequeno, que causa desconforto aos usuários desde então. De acordo com o diretor-executivo do HNSD, Alexandre Coelho, o novo prédio, construído em área próxima ao Pronto-Socorro Municipal, será suficiente para absorver a demanda atual.

“A gente quer dar um pouco mais de conforto para os nossos pacientes com essa estrutura nova mais aconchegante e moderna”, comenta o diretor, que acrescenta que a intenção do hospital é disponibilizar mais leitos à saúde suplementar. Isso, porém, depende da expansão também do SUS, já que, por ser uma instituição filantrópica, o HNSD deve sempre manter o percentual mínimo de 60% de atendimentos públicos.

“A gente tinha um hospital, o Carlos Chagas, que tinha atendimento suplementar. Com o redesenho da estrutura, foram fechados 26 leitos suplementares em Itabira. Isso provocou um impacto muito grande porque devido à nossa característica filantrópica a gente não conseguiu repor todos os leitos. Este é o gargalo. Mas o HNSD tem trabalhado com o giro de leitos para atender à demanda de internação”, explica Alexandre.

Atualmente, o Hospital Nossa Senhora das Dores oferece 175 leitos, sendo 110 para o SUS e 65 para a saúde suplementar.

Obras acontecem em espaço próximo ao Pronto-Socorro Municipal de Itabira – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

Centro de Diagnóstico por Imagens

No prédio que é construído pelo HNSD, o primeiro andar será destinado ao novo Centro de Diagnóstico por Imagens. A intenção é que os pacientes do hospital façam os exames na própria instituição e não precisem mais ir a clínicas para os procedimentos.

“O nosso pensamento é no conforto do usuário. Hoje ele faz a consulta e precisa sair do hospital para fazer o exame de imagem. Com o novo centro, isso não será mais necessário”, afirma o diretor-executivo do HNSD.

Nova data

Nessa quarta-feira, 10, DeFato Online divulgou que técnicos do Ministério da Saúde viriam a Itabira na semana que vem para conhecer de perto o projeto para implantação da radioterapia no Hospital Nossa Senhora das Dores (leia aqui!). Nesta quinta-feira, porém, a direção da instituição informou que a visita foi reagendada para o dia 24. 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.