Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Saúde
Estudo aponta que animais de estimação ajudam em um envelhecimento saudável

Mais de 70% dos donos de cães afirmam que os bichinhos os tornam pessoas mais ativas fisicamente

Publicado em 17/05/2019 - 16h16

Que um animal de estimação pode mudar completamente o astral de uma casa, todos sabemos. Mas um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, revelou recentemente que os bichinhos podem ter também outra função importante em suas famílias: eles ajudam no envelhecimento saudável de seus donos.

De acordo com a pesquisa da universidade americana, 90% dos idosos que têm em casa cães, gatos ou pássaros afirmam que os animais os ajudam a se sentirem mais amados e, assim, aproveitarem mais a vida. Outro dado importante é que 80% dos entrevistados acreditam que os bichinhos ajudam a reduzir seu estresse.

Duas mil pessoas entre 50 e 80 anos foram entrevistadas para o estudo, sendo que um pouco mais da metade (55%) tinham um pet em casa. Como era de se esperar, os cachorros são os animais mais comuns no lar dos entrevistados. Gatos, pássaros e hamsters também foram citados.

Mais de 70% dos donos de cães afirmam que os bichinhos os tornam pessoas mais ativas fisicamente, já que é preciso cuidar e passear diariamente com os pets. Além disso, mais de 60% dos entrevistados garante que seus animais de estimação auxiliam no combate à depressão e solidão.

No Brasil, cada vez mais, as pessoas acima de 50 anos vêm percebendo os benefícios que um animal de estimação pode trazer ao lar. Segundo o portal PETSALEGRES, focado em informações sobre pets de todos os tipos, “cada vez mais idosos se destacam entre o público que busca informação sobre os animais”. Ainda de acordo com o site, “é comum que leitores dessa faixa etária pesquisem na internet, mas optem por comprar acessórios para os bichinhos em lojas físicas”.

Além das pesquisas que levam em conta a opinião dos idosos, existem também estudos mais empíricos, que demonstram em números como animais de estimação ajudam a combater sintomas de ansiedade, depressão e estresse.

Por outro lado, existem também alguns pontos negativos quando se trata de adotar um animalzinho como membro da família. O aumento dos gastos e as dificuldades para ficar longe de cada por períodos mais longos (como em viagens) são alguns deles.

Mesmo assim, sempre vale a pena ter em casa um bichinho de estimação, seja ele cão, gato, pássaro ou qualquer outro. A relação humano-animal será sempre benéfica se o dono tiver consciência de que o pet é como um membro da família, que necessita de cuidados e é capaz de retribuir com muito amor.

 

 

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.