Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
VIDA DEDICADA AO ESPORTE
Diretor Bebeto de Freitas morre após parada cardíaca na Cidade do Galo

Diretor passou mal depois de um evento na Cidade do Galo, não resistiu e faleceu

Publicado em 13/03/2018 - 16h24
Bebeto de Freitas morreu aos 68 anos - Divulgação

Morreu na tarde desta terça-feira, 13 de março, o ex-técnico da Seleção Brasileira de Vôlei e atual diretor do Atlético Mineiro, Bebeto de Freitas, 68 anos. Ele sofreu uma parada cardíaca após um evento na Cidade do Galo, em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A parada cardíaca aconteceu logo após o Atlético apresentar o Galo Futebol Americano. Ele passou mal nas dependências do centro de treinamento e chegou a ser socorrido pelo médico Marcos Vinícius, do clube alvinegro. No entanto, não resistiu e acabou falecendo.

A morte foi confirmada pelo ex-presidente do Atlético Mineiro e atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil. “Sempre gostei de gente de bem e honesta ao meu lado. Por isso gostava de estar perto de você. Encontramos mais tarde, Bebeto”, escreveu o político em sua conta no Twitter.

Apresentação do time de futebol americano foi último evento de Bebeto de Freitas – Reprodução TV Galo

Natural do Rio de Janeiro, Bebeto de Freitas teve a vida dedicada ao esporte. Foi jogador de vôlei durante os anos 60 e 70 e treinador da Seleção Masculina nos Jogos Olímpicos de 1984 e 1988. Foi treinador também da Seleção Italiana, quando faturou os mundiais de 1997 e 1998.

Bebeto entrou para a gestão esportiva justamente no Atlético Mineiro, em 1999. Voltou ao Rio de Janeiro e presidiu o Botafogo de 2003 a 2008. Em 2017, assumiu a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer na gestão de Alexandre Kalil na Prefeitura de Belo Horizonte. Com a eleição de Sérgio Sette Câmara para presidente do Atlético-MG, no final do ano passado, retornou ao clube, desta vez no cargo de diretor de Administração.

O Atlético Mineiro decretou luto oficial de três dias.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.