Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
Rodovia das Promessas
Coordenador do Dnit só promete mais um “pedaço” do Lote 7 da BR-381

Presente ao 3º Encontro das Associações Comerciais do Médio Piracicaba, Sérgio Garcia disse que dinheiro é insuficiente para a duplicação da rodovia

Publicado em 10/04/2019 - 16h28
O superintendente do Dnit, Danilo Rezende, e o coordenador de Engenharia, Sérgio Garcia - Foto: Assessoria Acisb

O coordenador de Engenharia do Departamento Nacional de Trânsito (Dnit) Minas Gerais, Sérgio Garcia, disse que não há dinheiro para a duplicação da BR-381 e que a expectativa do órgão é executar um trecho do lote 7, entre o Rio Una até o trevo de Bom Jesus do Amparo. Essa obra deve ser finalizada até agosto deste ano. A declaração foi feita a empresários durante o 3º Encontro das Associações Comerciais do Médio Piracicaba. O evento aconteceu na noite segunda-feira, 8, em Santa Bárbara. A informação do coordenador do Dnit deixou os empresários preocupados.  “É frustrante ouvir que as obras serão paralisadas novamente por falta de recurso”, disse Luiz Antônio da Silva, presidente da Associação Comercial de Santa Bárbara (Acisb)

Conforme a Associação, o coordenador do Dnit informou ainda que os gastos para conclusão total do projeto de duplicação do Lote 3.1, com execução de 54%. e do Lote 7, com 72% finalizados, estão estimados em  R$ 450 milhões e, no momento, o andamento das obras se encontra inviabilizado por falta de recursos. Além de Sérgio Garcia, também participou do evento o superintendente do Dnit, Danilo Rezende.

O encontro reuniu representantes das Associações Comerciais do Médio Piracicaba.

Em reunião no dia 20 de março, o Coordenador de Engenharia havia garantido a prefeitos e vereadores da região do Médio Piracicaba que as obras de expansão do trecho que compreende Barão de Cocais e Caeté seriam entregues até 31 de dezembro deste ano.

Os recursos em caixa, no entanto, são de apenas R$ 169 milhões. “Estamos tentando mais R$ 300 milhões em emendas parlamentares das bancadas mineiras juntos ao Congresso. Se conseguirmos esse dinheiro, seria possível concluir esses dois lotes e teríamos cerca de 60 km duplicados”, disse o coordenador do Movimento Nova 381, Luciano Araújo. Ele ressalta a importância de que pelo menos um trecho da duplicação seja concluído. “A expectativa é que isso ocorra, pelo menos, no trecho entre o trevo de Barão de Cocais e Bom Jesus do Amparo”, disse.

Mobilização

A confirmação por parte do coordenador do Dnit de que não há recursos preocupou os participantes do Encontro das Associações Comerciais do Médio Piracicaba. Eles defendem uma mobilização e a articulação dos políticos da região pela garantia de recursos para duplicação da BR-381.”É o momento de as lideranças se unirem e lutarem junto ao governo para que alguma alternativa seja viabilizada”, disse Luiz Silva. Estavam presentes ao evento, empresários de Itabira Barão de Cocais, João Monlevade, Santa Bárbara, Nova Era, São Domingos do Prata e São Gonçalo do Rio Abaixo.

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.