Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
AVANÇO
Com nova UTI, HNSD está mais perto de realizar cirurgias cardiovasculares

A implantação dos novos leitos poderá facilitar a habilitação do município para a especialidade

Anna Gonçalves Publicado em 07/08/2018 - 17h07

O Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) está agora mais próximo de se tornar referência em outro segmento da saúde. Com a inauguração de 10 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para atender ao Sistema Único de Saúde (SUS), nesta terça-feira, 7 de agosto, o sonho da cirurgia cardiovascular na cidade passa a se tornar possível.

Intitulada “Unidade de Terapia Intensiva Luíza da Silva Ramos”, a seção faz uma homenagem à Dona Luíza, que trabalhou por 54 anos como auxiliar de enfermagem no hospital. A senhora, presente na solenidade, demonstrou grande emoção. “Eu agradeço muito a todos os responsáveis pelo hospital e desejo que todos, principalmente da enfermagem, possam passar pelo menos 50 anos aqui, igual eu fiquei”, disse.

De acordo com provedor do hospital, Vaquimar Vaz, uma das exigências da portaria no que diz respeito a cirurgias cardiovasculares é ter disponibilidade de leitos. “Um dos objetivos que a gente tem lutado esse tempo todo, além de melhorarmos a assistência e termos a segurança de ter uma UTI para atender um número maior de pacientes, é termos condições de conquistar o credenciamento de operações cardiovasculares, além da radioterapia”, afirmou.

O provedor do hospital, Vaquimar Vaz.

Também presente à cerimônia de inauguração, o prefeito Ronaldo Magalhães mostrou-se animado com o avanço que a abertura dos novos leitos de tratamento intensivo significa para a cidade. “Itabira é uma cidade que atende três microrregiões, compostas por 29 municípios e que recebe pacientes de outros locais. Estamos avançando, mas isso é um trabalho de parceria e trabalho conjunto entre prefeitura, hospital e conselho de saúde. Temos um esforço muito grande em Brasília, porque os recursos relativamente são poucos. O que conseguimos hoje estamos entregando à comunidade itabirana, que são mais 10 leitos”, explica.

Um dos leitos da Unidade Intensiva de Tratamento

Questionado sobre a implantação de novos serviços, como as cirurgias cardiovasculares e radioterapia, o prefeito destacou que “a situação está bastante adiantada e que a espera, agora, é por um posicionamento de Brasília, uma vez que a implantação dos novos leitos da UTI pode possibilitar a chegada do recurso”.

Longa jornada

As decisões na capital federal para credenciamento de serviços públicos na área da saúde costumam ser arrastadas. Ao destacar a importância destes 10 novos leitos para a região, Vaquimar Vaz relembrou toda a trajetória junto ao Ministério da Saúde para a ampliação do serviço, que segundo ele, começou em 2012. De acordo com Vaquimar, a parceria com o Governo do Estado e também municipal foram “imprescindíveis” na ampliação da UTI no hospital.

“A inauguração de mais 10 novas alas de UTI em Itabira, no Hospital Nossa Senhora das Dores é fruto de muito trabalho, de uma articulação intensa junto ao Ministério da Saúde. As vezes as pessoas acham que nestas idas a Brasília as coisas resolvem do dia para a noite, e não é. Precisamos estar em contato constantemente, não adianta pedir, solicitar e propor se não for acompanhar de perto. Muitos projetos são perdidos por não ter um acompanhamento mais presente”, destacou o provedor.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.