Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
IMBAT
Com dois pênaltis, Valério bate a Patrocinense e mantém liderança da Terceirona

Os gols foram marcados por Raymond e Thiaguinho, ambos no segundo tempo

Rodrigo Andrade Publicado em 09/09/2018 - 12h17
Raymond comemora o primeiro gol da partida - Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

O Valério continua líder da Terceira Divisão do Campeonato Mineiro. Jogando em São Gonçalo do Rio Abaixo, o Dragão bateu a Patrocinense na manhã deste domingo, 9 de setembro, por 2 a 0. Os gols foram marcados por Raymond e Thiaguinho, ambos no segundo tempo e em lances de penalidade máxima.

Com o resultado, o Valério chegou a 16 pontos e não vê ninguém à frente na tabela de classificação. Já a Patrocinense estaciona nos 8 pontos, na oitava colocação da Terceirona.

Valério e Patrocinense se encararam em São Gonçalo do Rio Abaixo – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

O jogo

O Valério entrou em campo sabendo que seus principais concorrentes – Coimbra e Araxá -, haviam vencido na rodada. Para se manter no topo da tabela, apenas a vitória interessava ao Dragão. E o resultado positivo veio à base de muito sofrimento. O Dragão encarou um adversário duro, que mostrou gostar do jogo físico e que abusou de entradas mais fortes durante a partida.

O VEC entrou diferente e tinha importantes desfalques do zagueiro Guilherme e do atacante Cassiano, referência da equipe. Sem seu principal jogador, o técnico Roberto Gaúcho optou por fortalecer mais o setor de meio-campo e deixar apenas o rápido Pedro como referência no ataque. O primeiro tempo, porém, mostrou que a linha mais avançada pediria mais gente no decorrer da partida.

454 torcedores acompanharam o jogo em São Gonçalo – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

Primeiro tempo duro

A primeira etapa da partida foi de muita imposição física por parte da Patrocinense. Com atacantes altos, a equipe do Alto Paranaíba insistiu nas bolas alçadas na área e nas divididas entre avançados e defensores.

O Valério só apareceu com perigo por volta dos 20 minutos, quando Pedro tentou o gol com uma cabeçada defendida pelo goleiro Diego. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para o zagueiro Ulisses, que ajeitou para a canhota e exigiu nova boa intervenção do goleiro da Patrocinense. Na sequência, o Dragão ainda teve outra chance, desta vez com o outro zagueiro, Gabriel.

Sem conseguir marcar, o Valério viu o adversário crescer na partida e chegar sobretudo com chutes de fora da área. Em um deles, em uma cobrança de falta já aos 46 minutos, o zagueiro Paulão soltou uma bomba quase do meio campo e acertou o travessão do goleiro Victor.

Disputas ríspidas marcaram primeira etapa do confronto – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

Pênaltis mudam o jogo

O técnico Roberto Gaúcho sentiu que o time tinha pouca produtividade no ataque e voltou do intervalo com Erick no lugar do volante Luís Gustavo. Mas foi a Patrocinense que assustou primeiro. Logo a um minuto, o meia Cléber aproveitou sobra de bola e bateu de fora da área. O goleiro valeriano Victor voou para fazer linda defesa no ângulo.

A partida começou a mudar aos 18 minutos do segundo tempo, quando o árbitro viu puxão do lateral-esquerdo da Patrocinense, Gelsinho, sobre o atacante Pedro. Dentro da área, é pênalti. Aos 20, Raymond cobrou com tranquilidade, deslocou o goleiro e colocou o Dragão na frente do placar: 1 a 0.

Aos 25 minutos, novamente bola na marca da cal. Desta vez, empurrão de Paulão sobre Ulisses em uma jogada de cruzamento. Novamente Raymond foi o encarregado da batida. O meia, porém, parou na defesa de Diego. Só que no rebote Thiaguinho apareceu antes de todo mundo para estufar as redes da Patrocinense: 2 a 0 para o Dragão!

Raymond desloca o goleiro e abre o placar para o Valério – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

Após ampliar o marcador, o Valério teve o contra-ataque à disposição e desperdiçou boas oportunidades para liquidar de vez o adversário. Em uma delas, aos 35 minutos, Pedro foi lançado e chegou a fintar o goleiro adversário. Sem ângulo, ele rolou para trás e encontrou Natan, que não conseguiu bater com a força necessária para marcar.

A Patrocinense seguiu insistindo nas bolas longas e abriu a “caixa de ferramentas” em lances mais ríspidos. O clube do Alto Paranaíba deixou o gramado revoltado com a arbitragem e com sete cartões amarelos na súmula. Do outro lado, o Valério também não aliviou. Foram quatro advertências para os itabiranos.

Fim de jogo e mais uma vitória do Valério. A quinta em seis jogos disputados. O Dragão é líder e o único invicto da Terceirona.

Jogadores do VEC terminaram a partida extenuados – Foto: Rodrigo Andrade/DeFato

Sequência

O Valério volta a jogar em casa no próximo domingo, 16 de setembro. O Dragão recebe o Athletic Club, de São João Del Rei, às 10h, em São Gonçalo do Rio Abaixo. A Patrocinense joga um dia antes, no sábado (15), às 15h, fora de casa, contra o Pouso Alegre.

Ficha técnica

Valério 2 x 0 Patrocinense

Valério
Victor; Elivelton (Athan), Ulisses, Gabriel e Uesles; Denilson, Luís Gustavo (Erick), Raymond (Ruan), Thiaguinho e Natan Índio; Pedro
Técnico: Roberto Gaúcho

Patrocinense
Diego; Roger, Edson Mizael, Paulão e Gelsinho; Cleber, Fabinho e Guilherme (Oscar); Vini, Igor e Jô (Kauâ).
Técnico: Talamus Velaslaquez

Cartões amarelos: Denílson, Erick, Raymond e Pedro (Valério); Roger, Edson Mizael, Paulão, Gelsinho, Cleber, Fabinho e Guilherme (Patrocinense)
Cartão vermelho: Não teve

Público pagante: 454 torcedores
Renda: R$ 2.440,00


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.