Sexta-feira, 26 de Abril de 2019
ASSALTO
Cofre com revólver, munições e dinheiro é levado durante roubo em Itabira

A vítima, que foi amarrada em uma cadeira, afirmou que os autores já sabiam do cofre e pediram a chave mediante a ameaça de morte

Publicado em 12/02/2019 - 14h19

Policiais militares estão à procura de três homens que na segunda-feira, 11 de fevereiro, invadiram uma residência, na rua João Camilo de Oliveira Torres, no bairro Juca Rosa, em Itabira, e roubaram um cofre com revólver, munições e uma considerável quantia de dinheiro. Durante o roubo, um homem, de 58 anos, e uma idosa, de 76 anos, foram mantidos reféns mediante a ameaça de morte.

Em conversa com os policiais, a vítima disse que um dos autores tocou a campainha e lhe chamou pelo nome e que ao abrir o portão foi rendido com um revólver. Neste momento surgiram outros dois homens, um deles com uma pistola, e anunciaram o assalto ordenando que ele entrasse para a residência, onde a idosa também foi rendida.

A vítima, que foi amarrada em uma cadeira, afirmou que os autores já sabiam do cofre e pediram a chave mediante a ameaça de morte. Um dos assaltantes usou uma lixadeira para tentar abrir o compartimento, porém o disco de corte quebrou e o trio teve que carregar o cofre.

Os assaltantes fugiram. O proprietário do cofre disse aos policiais que dentro do compartimento, levado pelos bandidos, havia um revólver calibre 32, carregado com seis munições intactas e outras trinta do mesmo calibre, além do dinheiro. Ao ser questionado, o dono do cofre, afirmou que possuí alguns negócios, que tem imóveis alugados e empresta dinheiro, razão pela qual havia no cofre o referido valor.

Os militares, que fizeram diligências, conseguiram acesso as imagens gravadas por câmeras de segurança instaladas nas imediações. Os policiais constataram que outros dois autores ficaram do lado de fora da casa, dentro de um Chevrolet Ônix, cor prata, dando cobertura aos comparsas. O carro com os assaltantes, após o roubo, seguiu em direção ao Bairro Praia.

A Central de Operações da Polícia Militar (COPOM) comunicou as polícias das cidades vizinhas para montar o plano de cerco bloqueio. Os militares fizeram um intenso rastreamento, mas até o momento nenhum suspeito foi preso. A ocorrência, registrada pelos policiais, foi destinada à delegacia de Polícia Civil que já está investigando o caso.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.