Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
TRAGÉDIA
Casal morre em batida frontal com carreta na MG-436, em Santa Bárbara

Segundo motorista de carreta, acidente aconteceu por causa de uma ultrapassagem forçada por um carro forte

Publicado em 10/04/2018 - 08h09
Golf em que estava casal ficou completamente destruído - Internauta via WhatsApp

O acidente ocorrido na tarde dessa segunda-feira, 9 de abril, na MG-436, em Santa Bárbara, tirou a vida do casal Wanderson Rodrigues Pereira, 42 anos, e Keila Karina Duarte Campos Rodrigues, 37. Eles estavam em um Golf, com placas de Belo Horizonte, que bateu de frente contra uma carreta Volvo. Segundo o motorista do veículo de carga, a tragédia aconteceu por causa de uma ultrapassagem forçada por um carro forte, que não parou após o acidente.

O motorista da carreta, de 41 anos, contou à Polícia Militar que seguia sentido Santa Bárbara e que em uma descida foi ultrapassado por um carro forte. Ele relatou que, ao se aproximar de uma curva, o veículo que faz transportes para bancos freou de uma vez e entrou na frente da carreta. Para não atingir a traseira do carro da frente, o carreteiro freou bruscamente e entrou com a carreta para contramão, batendo de frente com o Golf que estava na outra pista.

Golf em que estava casal ficou completamente destruído – Internauta via WhatsApp

O casal Wanderson e Karina morreu no local do acidente. O motorista da carreta teve ferimentos leves e foi atendido no hospital de Santa Bárbara, junto de uma jovem de 19 anos que também seguia na carreta. O carro forte que teria provocado o acidente deixou o local e foi encontrado algum tempo depois, fazendo recolhimento de dinheiro em um supermercado santa-barbarense. Motorista e ajudante foram abordados pelos militares.

Consta no boletim de ocorrências que os funcionários da empresa de transporte de valores não quiseram sair do veículo para conversarem com os militares. Eles aguardaram por horas, até que advogados da firma, que saíram de Belo Horizonte, chegassem a Santa Bárbara. Quando os representantes chegaram, o motorista deu sua versão para o acidente. Segundo a PM, ele assumiu que fez a ultrapassagem e que viu o condutor da carreta dirigindo com apenas uma das mãos, enquanto segurava algo de comer na outra. Ele afirmou que depois de passar ouviu um barulho e observou pelo retrovisor uma forte poeira na pista.

A perícia da Polícia Civil liberou os corpos para o necrotério do Cemitério da Paz, em Itabira, onde seria examinado por um médico legista. Os dois motoristas envolvidos no acidente foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, também em Itabira, para prestarem depoimento sobre o ocorrido. O caso ficará à cargo da PC.


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.