Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
DEFESA
Amagis sai em defesa de juiz de João Monlevade acusado de agir com arbitrariedade

Na gravação, o juiz grita e ameaça um senhor que estava testemunhando

Publicado em 14/04/2019 - 15h26

Em nota oficial divulgada neste domingo, 14, a Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis), por meio do presidente, Desembargador Alberto Diniz Junior, defendeu o juiz da vara cível de João Monlevade, Rodrigo Braga Ramos, que ficou conhecido nesta última semana pelo tratamento possivelmente arbitrário dado a uma testemunha.

Na gravação, o juiz grita e ameaça um senhor que estava testemunhando, chegando ao ponto de ofendê-lo, mandando que ele calasse a boca e sentasse direito. “Você não está na sua casa, fala direito comigo”, disse o juiz nas imagens.

Confira na íntegra a nota da associação:

“A Associação dos Magistrados Mineiros (AMAGIS) vem a público contestar e repudiar tentativa de constranger e desconstruir a atuação dedicada e firme do juiz da Vara Criminal de João Monlevade, Rodrigo Braga Ramos, no histórico combate à criminalidade do qual é integrante ativo, ao lado do Ministério Público, das Polícias Militar e Civil, nesta Comarca e região.

A leviana campanha está sendo feita pelas redes sociais e foi iniciada dois meses após uma audiência na qual deferiu pedido feito pelo Ministério Público Estadual de prisão de réu em caso de tentativa de homicídio e de histórico envolvimento em outras ocorrências delituosas. Sem quaisquer compromissos com a verdade e contexto, editaram e divulgaram vídeo de parte da audiência com o pai do réu, quando o magistrado precisou de agir com rigor para evitar manobras e tentativas de obstrução da Justiça e da ação do digno e correto promotor Rodrigo Augusto Fragas de Almeida.

Dois meses depois, após recurso da defesa do réu à segunda instância, a sentença do juiz foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. Ante à falta de argumentos sustentáveis, deram o início, a partir daí, a essa caluniosa campanha.

A AMAGIS condena a espúria tentativa de intimidação e de difamação do trabalho sério do magistrado e fará sua defesa pública e até jurídica, se necessário. Tanto é assim que, em nenhum momento, formalizaram quaisquer reclamações da atuação do magistrado junto à Corregedoria do Tribunal ou ao Conselho Nacional de Justiça.

Em toda sua trajetória judicante de mais de 10 anos, e em todas as comarcas nas quais serviu, o juiz Rodrigo Braga Ramos teve atuação impecável, pautada no fiel cumprimento das leis e da Constituição Federal. Não há, nunca houve, quaisquer atitudes ou decisões que o desabonem junto à Corregedoria de Justiça ou ao CNJ.

O Ministério Público da Comarca e o comando da Polícia Militar são testemunhas do trabalho dedicado e vocacionado do magistrado, reafirmado pela queda dos índices de criminalidade e de impunidade na região.

Belo Horizonte, 14 de abril de 2019

Desembargador Alberto Diniz Junior

Presidente da AMAGIS”

 


Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.