Quarta-feira, 23 de Julho de 2014 -
THALIS CALDEIRA

Itabirano de 12 anos precisa de doação de medula óssea

19/11/2013 14h20
Patrícia Emiliano
DIVULGAÇÃO
Pais fazem busca por um doador compatível para o garoto Thalis
Com apenas 12 anos, o menino Thalis Caldeira Santos já tem que lidar com uma doença delicada: a leucemia Linfoblástica Aguda (LLA). Seus pais, Schineider Santos e Karinni Caldeira, travam uma luta contra o tempo na busca por doadores de medula óssea em Itabira e região. O menino precisa de transplante e os pais não são compatíveis. Como é filho único, necessita encontrar uma pessoa compatível que esteja cadastrada no banco de doadores.
 
Schineider e Karinni iniciaram uma campanha pedindo a amigos, familiares e pessoas que façam o cadastro como doadores de medula. “Sabemos que quanto maior o número de pessoas cadastradas, maior será nossa chance de conseguirmos o doador. O benefício não será apenas para meu filho, porque o cadastro vai para um banco universal, então outras pessoas doentes também terão a chance de encontrar uma pessoa compatível”, ressalta o pai.
 
Schineider conta que começou uma força tarefa, reunindo, a cada final de semana, cerca de 30 pessoas para fazer a doação no Hemominas, em Belo Horizonte. Mas a entidade parou de funcionar aos sábados e ficou difícil continuar. “Estamos fazendo uma lista das pessoas que querem doar. Basta entrar em contato comigo”, diz.
 
Infelizmente não é a primeira vez que o garoto enfrenta a doença. Em agosto de 2010, com apenas 9 anos, Thalis foi diagnosticado com a enfermidade. Na época a leucemia era de baixo risco e o menino reagiu bem à quimioterapia. Depois de quase três anos de tratamento, em dezembro de 2012 ele teve alta. Em agosto deste ano, entretanto, os médicos descobriram, após alguns exames, que a doença havia voltado. “Mais uma vez o nosso mundo desabou. Agora o Thalis é considerado um paciente de alto risco. Não está sendo fácil, mas temos fé e pedimos a colaboração das pessoas que sejam doadoras”, diz o pai.
 
Devido à doença, o garoto está com a mãe temporariamente em Belo Horizonte. Ele faz quimioterapia três vezes por semana e fica internado seis dias por mês. “Graças a Deus ele está grande parte do tempo em casa e isso já facilita muito”, comenta Schineider.
 
Quem pode ser um doador
Cerca de 400 mil pessoas estão cadastradas em Minas Gerais para a doação de medula óssea, mas segundo a Fundação Hemominas, os números são considerados baixos, já que a chance de conseguir um doador compatível é de apenas uma em 100 mil. Qualquer pessoa com idade entre 18 e 54 anos, que não apresente doenças infecto-contagiosas ou tenha sido vítima de câncer, pode se cadastrar. O cadastro vale até o doador completar 60 anos e deve ser atualizado no caso de mudança de endereço. O procedimento de coleta se assemelha a uma doação de sangue.
 
Para ajudar o garoto, basta se cadastrar como possível doador de medula óssea em qualquer hemocentro do Brasil. Com o cadastro, os dados serão cruzados com o paciente. No Hemominas de BH, o cadastro pode ser feito na rua Alameda Ezequiel Dias, 321, bairro Santa Efigênia - Cep: 30130-110. Telefone de contato: (31) 3768-4500.
 
Contato dos pais:
Karinni: (31) 8608-0496 ou (33) 88064745
Schineider: (31)8509-4998 ou (31) 3831-6221
Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
24/11/2013 - 16h19
Anderson Gonçalves de Azevedo
Chapeco
Boa tarde Schineider Santos. Eu estive lendo o seu pedido de ajuda nacional e me sensibilizei com o caso do seu filho. Eu sei que devem estar muito preocupados com a saúde do seu filho, por que a familia é o mais importante nessa vida. Eu ja passei por isso, a minha mãe tinha problema de saúde, os globulos brancos dela baixavam muito, chegando a 1.000, que o minimo deveria ser 4.000 , ela sofria muito, quase chegou a ter leucemia. Eu paguei varios exames para ela fazer e os melhores médicos, mas não descobriram nada, sobre o que causava essa imunidade baixa, gastamos bastante dinheiro e não resolveram nada. Começamos a frequentar um centro espirita e a saúde da minha mãe melhorou muito, ela não teve mais problemas de baixar os globulos. Se vocês tiverem fé, eu posso levar vocês em um centro espirita, para o médium Dr. Hinacio estar realizando a cura da leucemia do seu filho. Estou a disposição para todas as duvidas que tiverem. Att. Anderson G. de Azevedo (49) 3328-3286 9921-5861 Chapecó-SC
0 0
20/11/2013 - 15h17
Mais Locadora de Veículos
Itabira
Schineider, que Deus dê a você e sua família muita força, principalmente ao pequeno Thalis. Vocês irão encontrar um doador compatível tão logo. Tenha muita fé em DEUS, pois quem nele crê, tudo alcança. Nós estaremos orando pelo seu filho. Que Jesus os abençoe.
9 0
20/11/2013 - 01h49
lorena mayra melo
itabira

Esta mensagem continha conteúdo ofensivo
e/ou palavras de baixo calão e foi removida.
0 8
19/11/2013 - 19h13
Natália
Barão de Cocais
Se Itabira fizesse a coleta de cordão umbilical, gostaria muito de ajudar!
7 0
19/11/2013 - 19h10
Natalia
Itabira
Gostaria muito de ajudar.Talvez poderia doar o cordão umbilical de meu filho.Mas não sei se em Itabira faz esta coleta.
8 0
19/11/2013 - 16h48
Schineider Santos
Itabira
Primeiro venho agradecer a toda equipe da DEFATO, que me receberam com um carinho enorme...e aproveitando este espaço e essa excelente oportunidade, quero reforçar a importância de conseguir-mos doadores de medula. Hoje eu e milhares de famílias vivemos essa expectativa que não é fácil, mas agarramos na missão que nos foi dada por DEUS e sabemos que com ele nada é impossível. Por isso quero agradecer aos amigos e tds que já se sensibilizaram com nossa luta e aos que ainda vão nos ajudar.
19 0
21/11/2013 - 01h01
Polyane Cristina Vaz Araújo
Itabira
Caro Schineider,ajuda material não tenho mas gostaria de lhe falar de um lugar que se chama Igreja Mundial do Poder de Deus a sede fica em São Paulo no Brás,assista os cultos através do site www.impd.org.br, você vai ver os milagres que acontecem lá. Não olhe religião, olhe para Jesus Ele vai curar seu filho.Você crê? Eu creio! Que Deus te abençoe!
3 2
19/11/2013 - 16h23
juliana
itabira
Eu e minha familia estamo adiposicao quem saber um di nos podemos lhe ajudar
4 0
19/11/2013 - 15h46
Maradalaine da Paz
Itabira De Mato Dentro
Eu gostaria muito de ser uma doadora,tal vez eu poderia ajudar o filho de vocês, se eu não fosse tão impedida,infelizmente o fato de eu querer dar o melhor de mim para o meu próximo, nem sempre é compreendido. Mas eu vou divulgar em minhas redes sociais e orar muito para apareça alguém que possa auxiliar esta criança. O meu facebook no qual eu presto atendimento as pessoas, seja em sentido espiritual ou material é: é amoraoproximo27@yahoo.com.br Abraços Maradalaine da az
3 1
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Cidade
Mais
Emprego