Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017 -
REFERÊNCIA

Muito além do postural: professor e alunos da Unifei desenvolvem blog e canal sobre ergonomia

13/11/2017 16h17
DIVULGAÇÃO
Raoni e Gustavo na produção de um dos vídeos

Popularizar uma linguagem técnica e conceitual sobre ergonomia - essa é a intenção do professor Raoni Rocha e os estudantes Gustavo Dantas, Guilherme Lage, Brenda Oliveira, Carol Demarque e Thomas Dorigoni, do curso de Engenharia de Saúde e Segurança. Juntos, eles conduzem um blog e um canal no Youtube chamados “Ergonomia da Atividade”.

Em comum entre os dois segmentos está o objetivo de tratar a ergonomia não só como o estudo de posturas ou mobiliário no ambiente profissional, mas também da carga cognitiva do empregado, organização do trabalho, relação do gestor com o operador e outras questões abrangidas pela disciplina e pouco presentes no senso comum do que é a ergonomia.

Em atividade desde março e com conteúdo proveniente de diversos vídeos, artigos, livros e outros tipos de materiais, o blog é atualizado todas as terças e sextas-feiras. Já o canal, criado em 2012, mas repaginado em agosto deste ano, possui vários vídeos com notícias de eventos, entrevistas e discussões sobre essa importante área da engenharia.

Definindo a atual interação com o público como “positiva e surpreendente”, o professor Raoni diz que espera contar com a ajuda de outros docentes para a condução dos projetos. Ele também destaca que o reconhecimento vem chegando de todas as partes do país, com os trabalhos, inclusive, sendo usados como fonte de inspiração para outras universidades.

“Recebemos vários e-mails de pessoas nos parabenizando e falando que estão se espelhando na gente. A galera do projeto Café Ergonomia, da UFRJ, disse que quer produzir algo parecido, o ‘Fórum Acidentes do Trabalho’, parceria entre a USP e a UNESP, frequentemente reproduz nosso material, a Fundacentro, instituição importante da área, usa nosso conteúdo. É muito gratificante saber que nosso trabalho está inspirando os colegas”.

Gustavo Dantas, produtor do blog e do canal, ressalta que as duas iniciativas lhe trouxeram a sensação de poder terminar o curso deixando um trabalho importante para a comunidade. O estudante também cita sua trajetória para exemplificar o desconhecimento que muitas pessoas ainda têm sobre o tema.

“Quando eu fiz o curso técnico de segurança e fui trabalhar na área, eu encontrei uma visão que se restringia bastante à postura corporal, distância dos móveis, entre outros. A partir do momento que entrei na Unifei, percebi que a ergonomia também aborda a carga cognitiva no trabalho; como a pressão sofrida no emprego, saúde mental do trabalhador e outras coisas relacionadas às questões organizacionais e psicossociais. Foi algo que abriu minha mente”, diz.

Para mais, desde o início do ano, o professor e 12 alunos conduzem o Núcleo de Estudo e Pesquisa do curso, no qual são oferecidas dinâmicas de pesquisa; além da produção de um livro, a ser lançado até o fim do ano, que contém várias charges sobre saúde e segurança feitas pelos estudantes e acompanhadas de textos escritos por pesquisadores do Brasil inteiro.

As iniciativas visam consolidar uma área pouco compreendida dentro das empresas, como explica Raoni. “Infelizmente, temos uma dificuldade grande em dialogar com os gestores e mostrá-los como a ergonomia é transformadora. Por isso estamos com o blog, o canal e as outras atividades, tenho certeza que é algo revolucionário”.

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
Você pode ser o primeiro a comentar.
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Educação
Mais
Emprego