Terça-feira, 21 de Novembro de 2017 -
NORTE DE MINAS

Revoltado com fim de casamento, homem mata ex-mulher dentro de Câmara Municipal

12/09/2017 10h24
ARQUIVO PESSOAL
Marivânia Silva foi morta a tiros por ex-marido

Um crime nessa segunda-feira, 11 de setembro, chocou a pequena Santo Antônio do Retiro, com cerca de 8 mil habitantes, no Norte de Minas Gerais. Inconformado com a separação, o operador de máquinas Sérgio Luiz Campos, 39 anos, matou com tiros a queima roupa a ex-mulher Marivânia Cardoso da Silva, de 35. O crime aconteceu no prédio da Câmara Municipal, onde a mulher trabalhava como secretária.

De acordo com a Polícia Militar, Sérgio disparou quatro vezes contra Marivânia. Três tiros atingiram a cabeça da vítima. No local do crime estavam ainda outras duas funcionárias e crianças. A vítima ainda chegou a ser socorrida a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

Depois da execução, o operador de máquinas seguiu até o destacamento da Polícia Militar e se entregou, levando a arma do crime. Ele confessou que tinha acabado de matar a ex-mulher, com quem tinha um casal de filhos, um menino, de 14 anos, e uma menina, de 9. O acusado foi levado para a delegacia da vizinha Rio Pardo, onde foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio. 

Com informações do Estado de Minas
Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
12/09/2017 - 20h07
Sergio Vieira
Itabira-Mg
So pensou em si mesmo antes de Matar. Isto e possessao,nao e amor.Quem ama,ama mesmo que seja de longe. Futuramente,ao ser rejeitado pelos filhos,verdadeiramente chorara e pedira perdao aos mesmos por ter retirado-lhes a mae. E assim,sem reflexao, caminha a parcela da Humanidade Desumana.
1 0
12/09/2017 - 13h48
José Maria Amorim
Itabira
Extremamente covarde, se não conseguia viver sem a mulher, por que não matou a si mesmo? Que seja enquadrado pela lei do feminicídio e mofe na cadeia!
1 0
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Polícia
Mais
Emprego