Domingo, 17 de Dezembro de 2017 -
CÂMARA DE ITABIRA

Vereadores respondem críticas e saem em defesa de projetos que nomeiam ruas

10/10/2017 17h59
RODRIGO ANDRADE/DEFATO
Vereadores aprovaram projeto que nomeia rua no bairro Madre Maria de Jesus

A pauta da reunião ordinária da Câmara de Itabira não foi das mais recheadas nesta terça-feira, 10 de outubro. Com poucos projetos em votação, os vereadores aproveitaram uma matéria que concede nome de rua para responder críticas relacionadas à esse tipo de legislação. Os parlamentares defenderam que essa é uma das funções que cabem ao vereador e deve ser exercida.

O projeto que serviu de pano de fundo para a defesa dos vereadores foi o de número 83/2017, de autoria do vereador Weverton Nenzinho (PMN), que denomina de rua Galileia uma via do bairro Madre Maria de Jesus. Segundo o parlamentar, o local já é chamado assim pelos moradores, mas não tinha o nome oficializado. “É um projeto que regulariza a situação desses moradores, que hoje enfrentam muitas dificuldades por não terem um nome oficial para a rua em que vivem”, argumentou.

O comentário de Nenzinho rendeu vários comentários em sequência dos vereadores. O presidente da Câmara, Neidson Freitas (PP), por exemplo, rebateu críticas de que esse tipo de projeto seja importante. “Aquele que critica com certeza não sabe como é viver em uma rua que não tem nome”, disparou.

Rodrigo Diguerê (PV), André Viana (Podemos), Paulo Soares (PRB), Agnaldo Enfermeiro e Leandro Pascoal defenderam projetos que dão nomes às ruas e falaram em conferir legalidade aos endereços de Itabira. Carlin Filho (Podemos) também concordou com os demais e atacou os críticos. “A crítica sempre vai existir, a gente só tem que saber de onde vem, se vale a pena ou não”, afirmou.

O projeto de nome de rua foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, em turno único de votação. 

Veículo

Outro projeto colocado na pauta de votação nesta terça-feira, em primeiro turno, é o que autoriza a transferência de um veículo Voyage 2013/2014, da Câmara para a Prefeitura. O vereador Agnaldo Enfermeiro (PRTB) aproveitou para apresentar uma indicação solicitando ao prefeito o uso do veículo pelas equipes da Saúde. Segundo ele, o Programa Saúde da Família está carente de transporte para urgência e emergência, sobretudo nas comunidades.

Durante a votação, o presidente da Câmara, Neidson Freitas, comentou que a devolução do veículo é mais uma ação de austeridade adotada pela atual legislatura. Segundo ele, esse é o terceiro automóvel devolvido ao Executivo neste ano, o que possibilitou a diminuição de dois motoristas no Legislativo.

 

Em segundo turno, os parlamentares aprovaram os relatórios contábeis da Câmara referentes ao mês de agosto. Apenas Reginaldo Santos (PTB) foi contrário.

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
11/10/2017 - 09h33
Jose Raymundo M. Sylas Jr
Itabira
O cidadão sabe que dar nome as ruas é dever dos vereadores, mas é muito pouco pra uma cidade com orçamento anual de quase R$ 500 milhões anuais e que carece de projetos ousados e urgentes pra melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Eu como professor, trabalho em 03 escolas e três turnos diferentes pra manter minha familia e projetos de vida e não tenho nenhum assessor para ajudar nas rotinas da profissão que faço fora das salas de aula.
24 0
11/10/2017 - 07h55
RONALDO
ITABIRA
Ao nivel dos nossos vereadores, projetos para colocar o nome de ruas, os vereadores dos brasil não tem outro competência para outros projetos, é piada, e eles mesmo defendem que são importante. infelizmente o brasil não tem jeito.
14 0
10/10/2017 - 23h29
Wanderson
Itabira
É... Itabira não tem problemas na saúde, educação, segurança pública, o indice de desemprego É baixo, falta local no Distrito industrial para implantar alguma empresa, as ruas da cidade não tem buracos e são todas asfaltadas, o preço do gás, gasolina, o custo de vida em geral são compatíveis com a renda dos moradores dessa cidade. Aqui tem outra empresa do porte da Vale, não tem famílias passando fome, a farmácia popular tem todos os medicamentos até básicos quando precisamos, ao precisar de consulta pelo sus através dos psfs sai na mesma semana ou mais tardar BA seguinte... É vamos dar ou mudar nome de ruas que é muito mais importante. Valeu ai digníssimo vereadores.
20 0
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Política
Mais
Emprego