Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017 -
EM VESPASIANO

Polícia indicia pai suspeito de dopar e estuprar a filha de 14 anos na RMBH

07/11/2017 11h29
REPRODUÇÃO/GLOBO MINAS
Segundo a polícia, suspeito, de 48 anos, teria dopado a adolescente para cometer o abuso

As Polícias Militar e Civil, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, prenderam um homem de 48 anos suspeito de dopar e estuprar a própria filha de 14 anos. O crime aconteceu no último dia 29 de outubro e a prisão foi realizada na mesma data. A vítima relatou que depois do almoço o indiciado deu a ela um copo de refrigerante e, depois de tomar a bebida, sentiu-se tonta e sonolenta, momento este em que o investigado teria cometido o abuso sexual. Na ocasião, estavam na residência apenas a filha, o pai e uma irmã menor de quatro anos.

A garota contou que conseguiu sentir quando o pai levantou seu vestido, tirou seu short e abusou sexualmente da mesma. Quando a menor recobrou totalmente a consciência, estava com esperma na barriga. Ela levantou-se, tomou um banho e foi até a casa de parentes, onde contou a eles o que havia acontecido.

De acordo com a Delegada Nicole Perin, que investiga o caso, a adolescente sofre os abusos desde 2016, mas apenas na última semana conseguiu contar o fato aos familiares que acionaram a Polícia. “Segundo a vítima, antes os abusos aconteciam mediante ameaças", relatou.

O homem foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e a menor foi encaminhada para atendimento médico. Durante a abordagem, o suspeito resistiu e acabou quebrando o dedo de um policial militar. Ele já possuía outras passagens pela Polícia por homicídio e roubo. Os resultados dos laudos do esperma e da substancia que supostamente a vítima teria tomado devem ser divulgados em um prazo médio de 30 dias. A prisão em flagrante já foi convertida em prisão preventiva pela Justiça.

Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
Você pode ser o primeiro a comentar.
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Polícia
Mais
Emprego