Terça-feira, 21 de Outubro de 2014 -

Ministério Público quer Hospital Carlos Chagas 100% SUS

06/02/2013 16h45
Patrícia Emiliano
PATRÍCIA EMILIANO
Secretário estadual de Saúde Antônio Jorge de Souza Marques visitou o HCC nesta terça-feira

 

O Ministério Público de Minas Gerais quer que o Hospital Carlos Chagas (HCC), de Itabira, atenda somente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O assunto foi comentado durante a visita a cidade do secretário estadual de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, nesta terça-feira, 6 de fevereiro.
 
Segundo o secretário, a questão surgiu porque o Hospital tem na sua origem a inscrição de ser uma instituição municipal e, por esse motivo, deveria funcionar 100% pelo SUS.  “Hoje o hospital é administrado pela Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira e esta entidade atende SUS e convênios. Do ponto de vista da sustentabilidade do HCC, isso é justificável porque os convênios acabam ajudando a minimizar as dificuldades do financiamento do sistema”, afirma.
 
Para Antônio Jorge, o questionamento do MP é pertinente. “O Hospital 100% SUS atende a todos, mas não discrimina convênio e população em geral. Isso elevaria a qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde”, enfatizou.
 
Na presença do prefeito Damon de Sena (PV) e do vice Reginaldo Calixto, o diretor técnico do HCC, Gastão de Magalhães, explicou que a realidade de Itabira é diferente da de outros municípios porque metade da população tem plano de saúde.  “Na receita hoje, atendemos 50% SUS e 50% convênios, mas em termos de internação pelo Sistema Único de Saúde, o percentual é de 70%. Tudo isso precisa ser levado em conta”, disse.
 
O secretário Estadual de Saúde prometeu apoio do Governo do Estado para resolver a questão e encontrar a solução que seja melhor.  “Essa argumentação do MP é bastante razoável e vamos ver todas as possibilidades. Chamaremos o Ministério Público e a Procuradoria Geral do Estado para apoiarem o município e a entidade em uma rápida solução. O hospital pode rapidamente superar e evoluir para um hospital 100% SUS ou encontrar um formato jurídico em que esse mix de clientela possa permanecer sem prejuízo para o cidadão usuário SUS”, afirmou Antônio Jorge. Reuniões para tratar do assunto serão agendadas após o Carnaval.
Se você não tem Facebook, utlize o formulário abaixo para comentar.
07/02/2013 - 22h05
Joelma de Brito
Itabira
Antes de tornar o HCC um hospital 100% do SUS o Ministério Público teria que tornar a sua profissão sem remuneração. O promotor de justiça deixa de ganhar o seu pobre salário e fim. Agora o hospital sem receber de particulares ele vai ter condições de matar todo mundo ao invés de curar as doenças. Boa ideia do MP.
2 1
Novo comentário
Sou cadastrado
Não sou cadastrado
Comentário
Leia mais em: Saúde
Mais
Emprego